Confira o que pode e não pode nas regras do condomínio, segundo decisões do STJ